Atividades


Voltar à Listagem

Agrupamento de escolas de Real


18 Fevereiro 2014
Visita ao Museu Nogueira da Silva

No dia 28 de janeiro, a turma C do 3º ano da EB1 das Parretas da professora Lurdes realizou uma visita de estudo ao Museu Nogueira da Silva, no âmbito da disciplina do Estudo do Meio e relacionado com o nosso património cultural.
Considerando que esta atividade, ou seja este conhecimento cultural constitui uma importante experiência educativa no processo educacional, com valorização e conhecimento do mesmo fortalecendo a relação dos alunos com as suas heranças culturais estabelecendo uma maior responsabilidade pela valorização e preservação do Património.
Como meio de transporte foi utilizado o autocarro e a interajuda da coordenadora e do Sr. Alberto.
Quando entramos para o Museu dirigimo-nos a um espaço onde estava patente uma exposição de pinturas modernas “Confrontos” de Mónica González. Depois de termos apreciado a pintura moderna os alunos foram acompanhados por uma guia, Srª Paula que de seguida apresentou o roteiro a visitar. Numa das salas nobres e depois de ter apresentado através de um quadro o Sr. António Augusto Nogueira da Silva originário de uma família Bracarense, tendo como atividade principal o comércio, o qual foi distinguido com várias ordens honoríficas devido ao desenvolver atividade filantrópica. Neste mesmo salão também havia um quadro que retratava a sua esposa. Estes mesmos quadros expostos foram concebidos por Henrique Medina.
O Museu deve a sua fundação ao legado, feito em Setembro de 1975, a favor da Universidade do Minho.
Todos os alunos acompanhados pela guia visitaram alguns dos espaços deste museu apreciando a tapeçaria, o mobiliário, a porcelana, as esculturas, a coleção variada de pinturas, vidros e faiança.
Durante o percurso a Srª Paula explicou todos os pormenores de todo o espaço atrás referido.
Por fim, visitamos o belo jardim de inspiração francesa com canteiros e esculturas, fontes, pequenos lagos e azulejos.
Finalmente os alunos deslocaram-se à sala de pintura onde se congratularam a exprimir aquilo que mais os cativou através dos seus dotes artísticos utilizando guaches.