Ensino Vocacional > Turma B


                       

                         

                                  

        
                 



Diretor(a) de turma
HORÁRIO ATENDIMENTO
Paula Cristina Costa Gil Caldas
quinta - feira das 14:15h às 15:00h




Áreas Vocacionais do Curso em 2015-2016

   Hortofloricultura
A área vocacional de hortofloricultura que trata da cultura simultânea de produtos hortícolas e de flores ocupa, no recinto escolar, uma área de aproximadamente 150 m2 , parcela de ar livre e estufa.

Trata-se de um sector com muita importância no concelho de Braga, fundamentalmente, com culturas de ar livre (batata primor, cenoura e ervilha em fresco) e sob coberto (feijão verde e tomate).

Na estufa cultivam-se essencialmente hortícolas frescos (alface, tomate, feijão verde, pimento, pepino, morango, etc.) e flores de corte (lisianthus, limonium, frésia, gladíolo, íris, tulipa, crisântemo, …).

A produção hortícola biológica tem como objetivo principal servir de ferramenta de ensino nas aulas dos cursos vocacionais lecionados e as produções que daí resultam são vendidas na feira da escola.

Entidades parceiras para a prática simulada:
União das Freguesias de Real, Dume e Semelhe
Municipio de Braga através da Quinta Pedagógica




    Arte sacra
Na História da Arte, a arte sacra representa uma forma de manifestação artística que está intimamente relacionada com a religiosidade e o sagrado. Nesse sentido, a arte sacra reúne pinturas, gravuras, desenhos e esculturas de teor religiosos, sejam figurações de santos, de templos ou de passagens bíblicas (religiosas).

Se tratando de arte, vale lembrar que a arte sacra, da mesma forma que outras manifestações artísticas, é um reflexo da história e cultura, construída com o intuito de embelezar e trazer à tona a essência humana.

Além disso, a arte sacra não possui um estilo definido, uma vez que depende da época produzida, bem como da cultura inserida, sendo utilizada por diversas religiões e crenças, por exemplo, a arte cristã, a arte budista, a arte islâmica, a arte religiosa barroca, dentre outras.

A área vocacional de arte sacra é desenvolvida na escola, em contexto de sala de aula e fora dela nas várias empresas que são nossas parceiras e acolhem os alunos para realizarem a prática simulada.

A tradição da arte sacra na freguesia de Real vem de longa data, revelando-se localmente um setor económico relevante.

Entidades parceiras para a prática simulada:
António Arlindo Azevedo da Silva
Capitellum


 


    Serviço de Mesa
O/A Empregado/a de Mesa é o/a profissional que, no respeito das normas de higiene e segurança, organiza/prepara o serviço de restaurante, acolhe e atende os clientes, efectua o serviço de mesa, aconselhando na escolha de pratos e bebidas, executa serviços especiais e procede à facturação do serviço prestado em estabelecimentos de restauração e bebidas, integrados ou não em unidades hoteleiras.

O Agrupamento de Escolas de Real tem tradição nesta área vocacional, possuindo um pequeno restaurante onde se realizam as aulas práticas e pequenos eventos servidos pelos alunos.

Actividades Principais
Preparar o serviço de mesa de acordo com as características do serviço a executar.
Proceder ao acolhimento e atendimento dos clientes.
Executar os diferentes serviços de mesa - à inglesa, à francesa, à americana e à russa.
Executar o serviço de mesa em situações especiais – cozinha de sala, pequenos-almoços, room-service, banquetes, buffets e serviços volantes – e o serviço de bar.
Efectuar o acompanhamento e a facturação do serviço prestado.
Entidades parceiras para a prática simulada:
Café Sta Luzia
Fundação Bonfim
Mundo das Tíbias
Restaurante Casa das Artes
Restaurante Dom Ribeiro
Restaurante O Canudo
Restaurante Ok Drink's
Restaurante Pata Negra
Taberna Fonte Cova




    Eletrotecnia
Há poucas décadas desenvolveram-se inúmeras possibilidades de aplicação da energia elétrica, presente em todos os setores de nossa vida, seja no lar, na indústria, no comércio ou no trânsito.

Com o emprego da eletricidade em aparelhos, máquinas e equipamentos industriais, trabalhos manuais e mentais foram facilitados ou mesmo substituídos. Através da energia elétrica, pode-se produzir luz, calor, acção magnética ou fenómenos químicos.

Iniciamos com este curso a área vocacional de eletrotrecnia, deitando mão às oportunidades de parcerias existentes na envolvente da escola sede.

Entidades parceiras para a prática simulada:
Bafil
Braguiletra
Cidadela Eletrónica
Municipio de Braga