Eco-Escolas > Rota das Eco-Escolas


Rota da Eco-Escolas '15

No dia vinte e sete de abril, a EB 2,3 de Real participou na Rota das Eco-Escolas do concelho, organizada pela Câmara Municipal de Braga.

De manhã, foi recebido, na nossa escola, um grupo de quarenta e cinco alunos de 9.º ano da EB 2,3 Frei Caetano Brandão, acompanhados por duas docentes e um assistente operacional, que trouxeram três testemunhos - a bandeira, o pergaminho e o livro das Eco-Escolas.

O grupo visitante foi recebido no átrio da escola, pelas coordenadoras do pograma na nossa escola – Ana Simões e Teresa Santana - e pela Sr.ª Diretora do Agrupamento, Dr.ª Zita Esteves, onde procedeu à assinatura da bandeira e se registou o momento numa fotografia de grupo. Na Biblioteca Porto Maia, foram recebidos por um grupo de alunos das turmas C, E e F do 8.º ano, tendo-se procedido à passagem dos testemunhos e hastear da bandeira na varanda da Biblioteca. Neste espaço, os alunos visitantes, com as suas professoras, fizeram a discussão e o registo, no pergaminho, das sugestões de melhoria do percurso que fizeram a pé entre as duas escolas e registaram no livro, o que na sua opinião, é ser uma Eco-Escola. Após este momento, o grupo anfitrião fez uma breve visita à escola com os colegas visitantes durante o intervalo, ao que se seguiu, na cantina, um merecido lanche partilhado, providenciado pelos alunos anfitriões.

Por fim, no pavilhão gimnodesportivo, encerrou-se esta visita com uma agradável demonstração da coreografia do flash mob do Dia da Terra, por alunos de 6.º e 8.º anos , outras danças pelo Clube de Dança da escola e ainda uma belíssima demonstração de ginástica acrobática por alunas da turma A do 8.º ano, da responsabilidade da professora Sandra Vasconcelos.
À tarde, foi recolhida a bandeira e os demais testemunhos que levados, em caminhada, por um grupo de alunos das turmas B, D, E, F e G de 8.º ano e H de 7.º ano, foram entregues à equipa Eco-Escolas da Escola Profissional Profitecla, na Rua de Sta. Margarida. Nesta deslocação a pé, os alunos foram acompanhados pelas professoras de Ciências Naturais Ana Simões e Andreia Gomes, para além de um elemento da PSP e da Dr.ª Cristina Costa, do Pelouro do Ambiente da Câmara Municipal de Braga.

Uma vez chegados ao local, procedeu-se à assinatura da bandeira, e preenchimento do pergaminho e do livro. Os alunos deram boas sugestões de melhoria do percurso percorrido com vista à acessibilidade para todos e a uma mobilidade sustentável, que registaram no pergaminho a entregar ao Presidente da Câmara Municipal. De entre as sugestões, destacam-se a necessidade de mais passadeiras para peões no loteamento de Montélios, mais e melhor iluminação, instalação de rampas para pessoas com mobilidade reduzida, construção e/ou reparação de passeios e instalação de mais ecopontos.

Por fim, o grupo regressou à escola de camioneta, uma vez que o percurso de ida foi longo e de declive acentuado.



Rota da Eco-Escolas '16

A Escola Básica de Real participou mais uma vez na Rota das Eco-Escolas. No dia 29 de abril de 2016, à tarde, recebemos um grupo de alunos da Escola Profissional Profitecla, portadores da Bandeira e do pergaminho, que de escola em escola, chegou ao Sr. Presidente da Câmara Municipal de Braga com as sugestões dos estudantes bracarenses, em prol de uma mobilidade sustentável.

Os nossos visitantes foram recebidos com uma sessão de boas vindas na nossa Biblioteca Porto Maia, onde se fez também a passagem do testemunho para os alunos do 6.ºA. De seguida, fez-se uma visita à nossa horta biológica, orientada por duas alunas do Curso Vocação +, ficando a conhecer o trabalho aí desenvolvido pelos alunos e docentes do referido curso. Por fim, teve lugar, um lanche na cantina da escola, onde foram servidos, de entre outras iguarias, flores comestíveis da horta da escola.

Na manhã do dia 2 de maio, duas turmas – 8.º A e 8.º I – deslocaram-se a pé à Escola Básica de André Soares, acompanhadas pelas professoras Ana Simões e Lúcia Rodrigues e pela Dr.ª Cristina Costa, do Pelouro do Ambiente, da CMB. O percurso, permitiu detetar situações de falta de passadeiras para peões, descontinuidade de passeios, assim como a ausência de acessos seguros para pessoas com mobilidade reduzida. À chegada, fomos recebidos por alunos e professores da Escola Básica de André Soares. Já no Auditório Braga Simões, fomos agraciados com uma canção por alunos de 5.º ano, que nos deram as boas-vindas; procedemos à passagem dos testemunhos, após o registo do que observámos ao longo do percurso e respetivas sugestões de melhoria.

As escolas trocaram ainda, lembranças. Oferecemos um pequeno sobreiro à escola nossa anfitriã, que nos ofereceu, por sua vez, um vaso com hortelã, elaborado com materiais reciclados. Por fim, disfrutámos de um reconfortante lanche e voltámos para a nossa escola.